Segunda-feira
15 de Outubro de 2018 - 

Controle de Processos

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
25ºC
Min
20ºC
Encoberto com Chuvas

Endereço

Avenida Rio Branco 156 Sala 2837
Centro
CEP: 20040-003
Rio de Janeiro / RJ
+55 (21) 2235-2169+55 (21) 2143-1035+55 (21) 999797435

Atualidades

Especialistas defendem guarda compartilhada para prevenir alienação parental

Em reunião que acontece agora no Senado, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado (CDH) discute a questão da alienação parental - que acontece, por exemplo, quando, após a separação, um dos pais de uma criança a manipula para que ela sinta repúdio em relação ao outro (pai ou mãe). Vários participantes do encontro defendem a guarda compartilhada como forma de prevenir, na maioria dos casos, esse tipo de problema.

Entre os participantes que defendem a guarda compartilhada estão o juiz Elizio Luiz Perez, que participou da elaboração do anteprojeto que originou a Lei da Alienação Parental (Lei 12.318 /2010), e as advogadas Ana Gerbase e Delma Silveira Ibias.

Delma Ibias lembrou que, na guarda compartilhada, a responsabilização pela filha ou pelo filho "é igual para o pai e a mãe".

Ao alertar para os problemas que uma separação conflituosa pode trazer para os filhos do casal, a psicóloga Andréia Calçada ressaltou que presencia, em seu trabalho, "o estrago emocional que isso traz às crianças, pois os pais são referência de estruturação de personalidade".

A reunião está sendo realizada na sala 2 da Ala Senador Nilo Coelho do Senado e pode ser acompanhada ao vivo na página da TV Senado (no canal CDH - Comissão de Direitos Humanos). O senador Paulo Paim (PT-RS) conduz o debate.

© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  424614